fbpx

Lei Geral de Proteção de Dados ( LGPD)

Como adequar o site para LGPD: Guia 2021 para Implementar

Ao adequar o site para LGPD você terá em suas mãos a possibilidade de oferecer aos seus clientes a transparência e segurança como diferencial competitivo. Embora seja benéfico para empresas e usuários, a LGPD surgiu de um grande conflito.
Em 2018 o Facebook sofreu um forte abalo com a revelação de que informações de mais de 50 milhões de pessoas foram utilizadas pela empresa americana Cambridge Analytica sem o consentimento e autorização dessas pessoas.
O escalando abriu os olhos de usuários e empresas em todo o mundo para a necessidade da criação de leis que possam garantir a transparência e o compromisso da empresa com a proteção de dados.
A Lei Geral de Proteção de Dados ( LGPD) acaba de entrar em vigor. Acompanhe este artigo e saiba como adequar o site para LGPD para não sofrer as sanções previstas em lei.

O que é e como funciona a LGPD?

No mesmo ano do escândalo envolvendo o Facebook a Europa criou GDPR, General Data Protection Regulation, com objetivo de harmonizar as leis de privacidade de dados em toda a Europa. No mesmo período o Brasil sofreu uma forte pressão para que uma lei semelhante fosse criada no país. Surgiu assim a LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados.
Publicada em 14 de agosto de 2018, a LGPD tem por objetivo regular as atividades de tratamento de dados pessoais para garantir à população brasileira o direito à privacidade e segurança das suas informações pessoais.

Quem precisa se adequar a Lei de Proteção de Dados (LGPD)?

Bom, agora fica a dúvida. Será que você precisa realmente adequar site para LGPD? Se você realiza captação e tratamento de dados pessoais dos seus clientes através do Google Analytics, por exemplo, com certeza você precisará se adequar. 

Como dados pessoais a LGPD define como sendo “toda informação relacionada a pessoa natural identificada”. Ou seja, se você realiza a identificação de uma pessoa por meios digitais ou não, você precisará se adequar a nova lei. 

Você deve ficar atento também às regras de proteção aos dados sensíveis como questões raciais, religiosas, opiniões políticas, entre outras.

Como a LGPD afeta o marketing?

Logo que foi criada a LGPD criou uma grande preocupação entre os profissionais de marketing. Isso porque, todas as estratégias desenvolvidas por esses profissionais dependem do conhecimento prévio do público-alvo destas ações de marketing. Informações geográficas, demográficas e psicográficas são constantemente captadas, tabuladas e analisadas para que a estratégia de marketing seja realmente efetiva.
Porém, com a LGPD, esses profissionais ficam proibidos de realizarem a coleta e utilização destes dados sem a autorização dos usuários. Isso não será um problema se você realizar a captação dos dados na forma da lei. Exatamente por isso, será extremamente necessário adequar o site para LGPD. Utilize essa ação para mostrar ao público que a empresa respeita e protege os dados de seus clientes agregando assim, valor à imagem da empresa.

Entenda o que deve ser adequado em seu site para LGPD

Todos os sites ou e-commerces que tenham processamento de dados de pessoas devem adequar à nova lei. Um dos pontos chaves dessa adequação é consentimento por parte dos usuários. Ou seja, o visitante do seu site deve saber e permitir que você utilize seus dados. Confira quais ações você deve tomar para adequar site para LGPD:

Gravações e informações sobre Cookie

Os cookies armazenam por um período o que o usuário está fazendo em seu site. Nem todos os dados armazenados são dados pessoais ou sensíveis, porém quando você cadastra seu email em um site como o Facebook, por exemplo, você estará se identificando e esse dado poderá ser carregado pelo cookie. 

Para utilizar os cookies de uma  forma legal, você deve criar avisos de cookies onde você irá informar de uma forma clara e objetiva que os dados serão captados e qual a finalidade desta captação. O usuário também deve aceitar que seus dados sejam tratados por meio de um clique, denominado consentimento ou Opt-in. Confira na íntegra como a informação pode ser inserida em seu seu site:

“Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Definições dos cookies. Ao clicar em Eu concordo, você consente com a utilização de cookies.”

Adaptação de formulários ao LGPD

É através de formulários e landing pages que as empresas realizam a coleta de dados pessoais para suas ações comerciais e de marketing. Com a nova lei você deve deixar claro qual o objetivo do formulário e a base de lei que o site possui para solicitar esses dados.

Insira um termo de privacidade em seu site

A política de privacidade é um documento com práticas e medidas de privacidade e segurança adotadas por uma empresa. Através deste documento você informa como os dados são armazenados, utilizados e protegidos.
A utilização de uma política de privacidade não é algo novo aqui no Brasil sendo previsto pelo Marco Civil da Internet, em vigor desde 2014. Com a LGPD, no entanto, alguns pontos foram reforçados como a clareza, transparência e a utilização de informações adequadas sobre o uso de dados pessoais.

Punição para quem não adequar site para LGPD

Adequar o site para LGPD é extremamente necessário e você pode sofrer sérias penalidades se não realizar as mudanças necessárias. Entre as punições estão o pagamento de multas que podem chegar ao valor de R$50 milhões e a suspensão das atividades relacionadas ao tratamento de dados pessoais.
Para saber quanto você pagaria caso fosse obrigado a pagar essa multa, basta calcular 2% em cima do seu faturamento mensal.

Conclusão

Adequar o site para LGPD, pode tomar algum tempo da sua equipe de programação e de marketing, no entanto é a ação mais estratégica e assertiva a ser realizada. Você mostrará ao mundo que você respeita os direitos do seu usuário. 

Aproveite para compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Depoimentos
Fique atualizado
Faça parte da nossa Newsletter e fique por dentro das últimas novidades.